Cosama realiza visita técnica em Lábrea para melhorias no sistema de abastecimento da cidade

Atendendo a orientação do governador do Amazonas, Wilson Lima, técnicos da Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama) estão no município de Lábrea (a 702 quilômetros de Manaus) realizando um diagnóstico técnico e levantamento de dados no sistema de abastecimento de água da cidade. A comitiva foi recebida pelo vice-prefeito da cidade, Moacyr Canizo, que se reuniu e acompanhou os trabalhos iniciais dos técnicos.

A equipe técnica realiza os trabalhos de reconhecimento e de análise da área operacional do atual sistema, além de estudos técnicos e análise físico-química e microbiológica da água do município e, também, das estruturas dos poços de captação e reservatórios.

Além da área operacional, está sendo feito pela Cosama um levantamento nas áreas administrativa e comercial para mapear bairros, casas e estabelecimentos e determinar quantas pessoas estão recebendo água em Lábrea.

TÉCNICOS DA COSAMA EM LÁBREA (2)

Segundo o diretor-presidente da Companhia, Armando do Valle, a visita técnica acontece após a Prefeitura Municipal solicitar apoio para melhorar a qualidade e o fornecimento de água da cidade.

“Seguindo as orientações do governador Wilson Lima, a Cosama está em Lábrea para identificar o que precisa ser realizado para mudar e melhorar o atual cenário do abastecimento na cidade. Lábrea, assim como muitos municípios, precisa de investimento nesse setor, e o papel da Companhia nesse momento é de identificar e de mostrar que é possível mudar a vida das pessoas com água tratada e de qualidade”, afirmou Valle.

Dados preliminares – A cidade possui 20 poços de captação, mas apenas nove estão operando para o abastecimento da cidade, 11 estão desativados por problemas como falta de bombas e de energia elétrica para instalação.

Lábrea conta com dois reservatórios semienterrados, quatro reservatórios elevados de concreto e dois reservatórios elevados de aço, num total de 2 milhões de litros que precisam de manutenções e o município ainda não realiza tratamento físico-químico da água.

 

FOTOS: Divulgação/Cosama

Mais informações: Assessoria de Comunicação da Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama): Filipe Augusto (92) 99209-0078