Cosama lança canal de ouvidoria

A Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama) lançou o canal de Ouvidoria (e-Ouv) e, a partir de agora, os usuários podem registrar qualquer manifestação pública. Para atuar no atendimento, os servidores receberam treinamento sobre a implantação e uso do sistema.

Para facilitar o acesso e ampliar o atendimento dos usuários, a Cosama disponibiliza canais via Whatsapp 98855-1000, pelo número de telefone 4009-1960, pelo e-mail: ouvidoria@cosama.am.gov.br ou diretamente no site www.cosama.am.gov.br, bastando clicar no banner do e-Ouv, no canto superior direito da página, e seguir as orientações.

Todos os registros serão analisados, com um prazo de 20 dias corridos para ser respondido, que podem ser prorrogados unicamente por mais 10 dias. Durante o preenchimento das demandas, fica a critério do usuário preencher todos os campos de informação. Os usuários podem acompanhar o andamento do processo por meio do número de protocolo que será gerado.

O presidente da Cosama, Armando do Valle, reafirma a transparência e o compromisso do Governo do Amazonas de aproximar os usuários das instituições. “O objetivo é que todos tenham fácil acesso para registrar denúncia, reclamação, solicitação, sugestão e/ou elogio sobre determinado órgão público, e não mediremos esforços para fornecer as informações requeridas por meio do canal”, declara.

Enfatizando os direitos da população, o gerente do canal e-Ouv da Companhia, Edilson Macedo, explica que qualquer pessoa poderá fazer um registro. “Todas as pessoas podem utilizar o canal, incluindo os funcionários da Companhia ou de qualquer outra secretaria ou entidade governamental. Vale ressaltar que todas as informações fornecidas são sigilosas e não podem ser divulgadas – inclusive os dados pessoais – nos casos em que a pessoa queira informá-los”, esclarece.

Edilson Macedo, Ouvidor da Cosama

Decreto – O canal foi retomado após anos de descentralização dos órgãos. O atendimento antes era feito diretamente pela Controladoria Geral do Estado (CGE). A partir do decreto nº 40.636 de 7 de maio de 2019, o Governo do Amazonas deixou a responsabilidade para cada órgão.

 

Mais informações: Assessoria de Comunicação da Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama): Ana Paula Sena (99313-9423).